RECEBA TODA SEMANA NOTÍCIAS EM SEU EMAIL

O que não fazer na gestão de clínicas médicas

Publicado em 02/20/2018

O que não fazer na gestão de clínicas médicas

Os brasileiros estão cada vez mais preocupados com a saúde, o que justifica o crescimento do número de clínicas médicas em todo país. Porém, grande parte desse estabelecimentos fecham as portas na mesma velocidade em que abrem, principalmente por conta de erros de planejamento e despreparo dos gestores. Por isso, a preocupação em fazer a gestão de clínicas médicas.

gestão de clínicas médicas

   Para manter uma clínica médica em pleno funcionamento e com um bom balanço econômico, é necessária uma gestão cuidadosa e atenta às mudanças do mercado. Se engana quem acha que oferecer serviços de qualidade é o suficiente para o público: uma boa administração envolve controle financeiro, coordenação de equipe, modernidade no atendimento, entre outras coisas.

   Leia agora quais são os principais erros na gestão de clínicas médicas e saiba o que é fundamental para ter sucesso na administração do seu negócio!

Agenda desorganizada

   O atendimento aos pacientes da clínica começa no momento do agendamento, que deve seguir uma lógica inteligente e viável para o gestor. Ao planejar os atendimentos, é preciso pensar em diversos fatores, como o tempo e a disponibilidade de espaço físico para cada procedimento e o tempo de espera do paciente.

   Além disso, é necessário ter cuidado com as marcações duplicadas, ou seja, marcações no mesmo horário ou com a mesma profissional. Para isso, o ideal é contar com um software específico para este fim, que centraliza a agenda e evita erros, e um sistema de agendamento online, que pode ser um grande diferencial para o seu negócio, imagina que legal poder acessar a agenda mesmo estando em casa?

Não investir em marketing

   Ainda que indicações boca a boca possam ser muito rentáveis para uma clínica médica, investir na captação de novos pacientes é muito importante para manter o sucesso do negócio. Para isso, é fundamental usar ferramentas marketing, como fanpages em redes sociais, como facebook e instagram, por exemplo, para interagir com seu público. Outra boa opção é apostar na criação de um blog com conteúdo relevante para atrair pacientes.

Teste Grátis

Não oferecer novidades para os pacientes

   A qualidade do serviço é o carro-chefe da clínica, que deve estar sempre em busca de melhorias e atualizações. Uma maneira de manter a fidelidade dos pacientes é saber oferecer novos serviços além da cartela tradicional a que eles já estão acostumados. Produtos diferentes também atraem um público novo, que gosta de testar sempre que surge uma novidade no mercado. Pra isso, é preciso estar sempre bem informado sobre novos produtos, procedimentos e aparelhos de tratamento médico, além de investir no treinamento dos funcionários.

Não acompanhar ou incentivar sua equipe

   A relação com os funcionários é um fator decisivo para a qualidade do atendimento e dos serviços oferecidos. É natural que, em uma equipe grande, os profissionais tenham rendimentos diferentes. Para que isso não prejudique a clínica, o jeito é melhorar alguns rendimentos e gratificar os funcionários que possuem melhor desempenho. Saber lidar com possíveis erros também é importante para aproximar os funcionários.

   Uma boa prática em gestão de clínicas médicas é elaborar relatórios periodicamente facilita a identificação dos ganhos e das perdas em sua equipe, podendo visualizar melhor as ações para motivá-los. Cursos de capacitação oferecidos pela clínica são também um jeito de manter os funcionários satisfeitos e engajados com a empresa. O casamento de uma boa seleção e treinamento dos colaboradores é a chave do sucesso de uma boa gestão de funcionários!

Não ter controle financeiro na gestão de clínicas médicas

   O caixa de uma clínica é fundamental para garantir uma gestão de qualidade. O princípio básico do lucro sobre o custo dos serviços é o que estabelecerá uma boa balança para se medir os investimentos e saber como anda a saúde financeira da sua clínica. O detalhamento de todos os custos é essencial, passando por gastos com produtos, aluguel do espaço, pagamento de funcionários e outras despesas, como contas de energia, água e telefone. O controle deve ser feito diariamente, e é possível tornar o processo mais rápido e fácil através de um software de gestão especializado no seu tipo de negócio.

   Quer saber mais sobre gestão de clínicas médicas? Veja aqui quais os erros mais comuns na área de administração e tenha uma clínica de sucesso! Se ficou com alguma dúvida, escreva para a gente aqui nos cometários!

   Quer começar a fazer a gestão da sua clínica médica? Conheça o Dr.Análise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *